Minuto Sertão

buscar

Postado em em NotíciasPolícia

Homem mata irmão a facadas e depois lambe sangue em Maravilha

"Zé Luiz Mecânico", como é conhecido, também é acusado de ferir outro irmão e ameaçar sobrinho

Por Redação

O delegado José Gilson Santos de Melo e equipe, de plantão na Regional de Santana do Ipanema, autuou em flagrante por homicídio, e tentativa de homicídio, José Luiz Honorato, 39 anos, conhecido como “Zé Luiz Mecânico”. O detalhe é que os crimes foram cometidos contra dois irmãos do acusado.

José Luiz estava bebendo juntamente com dois irmãos e pessoas conhecidas, no povoado São Cristóvão, zona rural do município de Maravilha, quando, no começo da tarde deste sábado (27),iniciou-se uma discussão sobre o fato de que a mulher dele havia deixado-o por um sobrinho.

O acusado passou a dizer que iria matar o sobrinho, foi quando os irmãos José Ilton Honorato dos Santos, 24 anos, e Cleiton Honorato dos Santos, 31, discordaram dele.

José Luiz pegou uma faca e desferiu um golpe em José Ilton, que correu, foi socorrido, mas faleceu no hospital.

Em seguida o acusado foi de encontro ao outro irmão, Cleiton, que levou uma facada nas costas (recebendo 30 pontos) e outra no braço, e resistiu aos ferimentos. Nas investidas o assassino chegou a se ferir na mão e no braço.

De acordo com um policial civil, relatos de testemunhas que foram ouvidas na delegacia Regional  pelo delegado de plantão, dão conta de que após o crime “Zé Luiz mecânico”, começou a lamber o sangue que estava na faca dizendo que ainda iria matar o sobrinho, foi quando chegaram dois policiais militares e o levaram para a delegacia.

Após os procedimentos cabíveis, o delegado e os policiais civis plantonistas, preocupados em garantir a integridade física do assassino colocaram José Luiz Honorato  em uma cela isolada, para evitar a revolta dos demais presos contra ele.

O flagrante será encaminhado para o juiz Bruno Acioli de Araújo, plantonista de Olho D’Água das Flores.

Com Ascom - PC/AL

Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

  • cacaxi

    cacaxi

    mais respeito com o povoado de são cristovão tendeu

  • Preocupada

    Preocupada

    "...garantir a integridade física do assassino..." é interessante.

  • Palmeirense

    Palmeirense

    Volto a repetir : Na minha fase de adolescência, depois de ouvir atentamente e com respeito ao que "os mais velhos" diziam lá pela década de 70, nada mais me surpreende na face da Terra. Nunca saiu da minha mente o que ouvi : No "final dos tempos", vai se ouvir falar de muitas coisas ruins das quais nunca se ouvira falar. E realmente, nunca se ouvira falar em pais/avós/tios estuprando filhas/netas/sobrinhas, irmão estuprando irmã, primo estuprando prima, pais/avós/tios matando filhos/netos/sobrinhos e vice versa, irmão matando irmão, esposo/namorado matando esposa/namorada e vice versa, assaltos e roubos, assassinatos e crimes (eram raríssimos), drogas, estupros, pedofilia, sequestros e terrorismo. Hoje em é o que mais se ouve falar. Hoje em dia, quase não existe mais amizade e confiança (ninguém confia em ninguém)entre as pessoas. Nós vivemos na época da liberalidade, do "tudo pode, tudo é normal" e ai de quem criticar. Como é que se pode exigir respeito se não se dar ao respeito ? E Nesse embalo, a Humanidade vai caminhando cambaleando sem perceber. Muitas daquelas pessoas já não estão mais nesse plano porém, eu continuo acreditando nelas. Ainda "não é o fim", mas, com certeza é "o início do fim"!

  • rogerio ferreira

    rogerio ferreira

    ele era muto meu amigo jamais pensei que ele foce capais de cometer esta trajedia entre familia ass rogerio de sp

  • beto de gonzaga

    beto de gonzaga

    No São Cristovão ñ é mta novidade, pena q esta acabando o respeito entre familias e amigos e principalmente entre pessoas q ão tem DEUS no coração.