Cada Minuto [atalho H]
13/07/2013 - 12:25

Polícia procura acusados de duplo homicídio em São José da Tapera

“Paulinho” e “Mário” são foragidos de delegacias e teriam atentado contra a vida de outra pessoa em Carneiros.

São José da Tapera

São José da Tapera

Com exclusividade ao Portal Minuto Sertão, a Polícia Civil e o Grupamento de Polícia Militar (GPM) de São José da Tapera divulgaram os nomes dos acusados de assassinar Humberto de Souza Pinto, 60, e Damião Matos dos Santos, conhecido como “Damiãozinho”, 23, crimes ocorridos na última quarta-feira (10) no município.

Luiz Edmário Nunes Santos, o “Mário”, 24, e Paulo Teixeira dos Santos, mais conhecido como “Paulinho”, ambos foragidos das delegacias regionais de Santana do Ipanema e Delmiro Gouveia, respectivamente, foram vistos por testemunhas cometendo os assassinatos.

Os crimes

A reportagem do Minuto Sertão foi a São José da Tapera e apurou que o primeiro assassinato aconteceu por volta das 17h30, na Avenida Deputado Elísio Maia, no Centro da cidade. A vítima, Damião Matos dos Santos, o “Damiãozinho”, estava degustando um espeto de carnes assadas em um churrasquinho, quando “Mário”, sem cobrir o rosto, teria chegado na garupa de uma moto que era conduzida por “Paulinho”, desceu do veículo, se aproximou da vítima e efetuou vários disparos a queima roupa, o matando na hora.

Testemunhas contam que o bandido também atirou duas vezes contra um cachorro que seria de “Damiãozinho” e matou o animal. Antes de fugir, sem pressa alguma, o assassino teria dito para uma mulher que estava chorando que aquele ainda não era o momento para tanto desespero, pois mais gente estava para ser morta na cidade.

Segunda morte

Provavelmente durante a fuga, por volta das 18h, os criminosos fizeram sua segunda vítima. Humberto de Souza Pinto, 60, estava em uma casa de sua propriedade, no Sítio Serrinha, município de São José da Tapera, quando “Mário” e “Paulinho” teriam chegado em uma motocicleta e pedido água para beber ao idoso que sem saber que seria morto os convidou para entrar em sua residência, enquanto ele pegava o líquido.

Testemunha relata que ao voltar com a água, o idoso foi surpreendido com um tiro que o atingiu. Humberto teria gritado para “Paulinho” não o matar, mas o criminoso atirou outra vez e o matou, depois fugiu com seu comparsa em direção à cidade de Carneiros, onde também atiraram contra outra pessoa que não teve o nome divulgado. A vítima foi socorrida com vida e está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital da região.

À nossa reportagem, um policial militar do GPM local revelou que os motivos dos crimes também já foram descobertos. “Damiãozinho” teria sido morto por não ter pago drogas que havia comprado à “Mário”, o mesmo teria acontecido com a pessoa baleada em Carneiros. Já Humberto havia sido morto por “Paulinho” por ter o reconhecido no momento em que ele e o comparsa pediram água para tomar em sua propriedade.

Os assassinos são considerados de alta periculosidade e estão sendo procurados pela polícia que pede à quem tiver qualquer informação que possa ajudar a prendê-los que denuncie através do disque denúncia da polícia (180).

Redação

Minuto Sertão: O Portal de Notícias do Sertão de Alagoas © 2014- Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Minuto Sertão: O Portal de Notícias do Sertão de Alagoas.